Antes e Depois


Não me diga que você nunca tinha visto essa gente. O que acontece é que já estamos acostumados. Você olha-os sem vê-los. Mas quando você se detém um pouco, vê olhos escuros, olhar profundo e simples: herança de sofrimento e fé sem esperança. Você vê eles chegarem de madrugada, duros de frio, na escuridão quase; a maioria deles meio vestidos. Uma calça que um dia foi azul…


RAÚL SALINAS DE GORTARI
. O Amante.

*

Poemas de DOM PEDRO CASALDÁLIGA

Morena de Guadalupe,
Maria do Tepeyac,
congrega todos os Indios
na estrela do teu olhar,
convoca os Povos da América
que querem ressuscitar.

*

“É des-velar a história, viu, menino?
Tirar o véu que cobre, de mentiras,
a história que você, menina, aprende ainda hoje na TV,
na escola, nos discursos que jogam lá do alto
do poder e do lucro…
É des-velar a história
e revelar a vida….”

*

No rumo do Belo Monte
Um povo livre e romeiro
Descobre seu horizonte
No açude Cocorobó
Nem afogado nem só
Canudos, sangue fecundo!
Nós passaremos teu nome
Da “Guerra do fim do mundo”
Pra guerra do fim da fome.

Mais

Foto: GUO GAI. Guangzhou Photo Biennal China 2005

Anúncios
Esta entrada foi postada em arte.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s