Das pequenas coisas de ontem não falemos mais

Acho melhor repousar nos braços, nos membros incompletos da Ilusão, onde a dor é possível de ser suportável, talvez seja. Mas isto não é só comigo, também pertence a ti tal decisão: a de irmos por caminhos diferentes, procurando um final em conjunto. Não parece estranho ? Irreal é o que somos, irreal é o que não somos, nem seremos. A realidade está sempre um passo à frente de mim, de ti, de nós, e a irrealidade chora em seus próprios canteiros alguma folha extraviada ou, simplesmente, algum talo caído.
(DMC)

Tela: Darlan. Título: Nosso entorno


Anúncios
Esta entrada foi postada em arte.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s