De se ver de quantos riscos é feito até mesmo o passado

THESE KINDS OF THINGS HAVE HAPPENED SEVERAL TIMES

Entre corpo e espera, há
síndrome de abstinência
e sintomas de extorsão
pelo Tempo, sim, entre
a fuga da moeda e o tom
sépia da pintura, a dívida
não sacia o arbítrio,
entre o provar e o ater-se
à loucura de uma só pessoa,
velódromos e viadutos,
máscaras e tensores psíquicos
são construídos, cascas
de banana cumprem o alentado
papel, sim, esse tipo
de coisas acontece muitas
vezes entre os entediados,
mas tu e eu temos conosco
que a cidade é real, mas
espera o nosso sonho.
(DMC)
******

Tenho a honra e o prazer de informar a quantos e quantas aqui vierem, que um texto meu foi selecionado e publicado no nº 2 (outubro 2006) da prestigiosa e prestigiada Revista Minguante, de Portugal. Caso disponham de algum tempo, por favor, a casa é de vocês, e o texto também. Grato. O endereço: http://www.minguante.com/?textos=darlan_cunha

******

Monti acelerou ainda mais a marcha, mas Agustina seguia-o de perto; seu rosto agora estava pálido pelo esforço, o suor escorria da aba do quepe pesado, até o pano do casaco, nas costas, ficara encharcado, mas ele não dizia nada nem ficava para trás. Já haviam penetrado entre os penhascos, horrendas paredes cinzentas erguiam-se a pique ao redor, o vale parecia subir a altitudes inconcebíveis. Desapareciam os aspectos da vida rotineira para dar lugar à imóvel desolação da montanha. Fascinado, Agustina de vez em quando erguia os olhos até as cristas oscilantes acima deles […]

Mas agora não acontecia mais nada disso. Agora ele havia cumprimentado a mãe como antigamente, com a mesma inflexão de voz, certo de que com o ruído familiar de seus passos ele teria acordado. Pelo contrário, ninguém lhe respondera, além do rodar da longínqua carruagem. Uma besteira, pensou, uma ridícula coincidência, podia mesmo acontecer. No entanto restava-lhe, enquanto se dispunha a deitar na cama, uma impressão amarga, como se o afeto de outrora tivesse sido embaciado, como se entre ambos o tempo e a distância tivessem lentamente estendido um véu de separação.
DINO BUZZATI. O Deserto Dos Tártaros.
******
Recomendo:
MINGUANTE
BOSQUE DE BAMBU
******
Foto: DMC

Anúncios
Esta entrada foi postada em arte.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s