Tinham consigo que o pântano era real, factível o sonho, terno e também abrupto o desejo, e inevitável a vitória – desde que juntos estivessem.

Um dia a porta da casa tremeu de modo único, diferente de tudo de todos que por ali tinham deixado marcas, ou tentado, sim, o meio-fio entupido de sarcasmos ali nunca antes concebíveis, flores cegas, flores tornadas cegas pelas próprias vestes, pássaros todos eles sem pássaro algum na garganta, sol nenhum nas unhas das galinhas, nas escamas dos peixinhos perdidos nalgum aquário de mall, sim & não, o impacto foi avassalador, olhos nos olhos nunca fora mesmo um hábito daqueles habitantes, e muito menos agora o seria, agora que aquela catástrofe maravilhosa cercara o lugar, mulheres sempre elas as mulheres dando tudo de si através daquele riso insuportável de que só as mulheres – e só as mulheres loucas – conhecem os meandros, os travos e os mais íntimos falatórios. Ah, que dia, que noite, que ausência de dia, um dia sem data na porta daquela casa.
DMC
******

Excerto de RAYUELA [28]

El verso había saltado de la memoria como las caras bajo la luz del fósforo, instantáneo y probablemente gratuito. El hombro de Etienne le daba calor, le transmitía una presencia engañosa, una cercanía que la muerte, ese fósforo que se apaga, iba a aniquilar como ahora las caras, las formas, como el silencio se cerraba otra vez en torno al golpe allá ariba.
JULIO CORTÁZAR
******

Poema de Darlan
LIGA

Liga o teu pulso ao frágil, aos ecos
de toda manhã dá ouvidos
e faze com que a cerca nunca seja
levantada, já que contém a própria argamassa da miséria
o esplendor de um par
de unhas segurando o cristal. Cuida então dos teus mínimos
e máximos incomuns, cuida dos venenos adocicados,
e eu cuidarei para que comigo vás para trás de onde
as portas do Inferno que para ti preparo
se fechem sobre todos

os nossos traços.
******
foto: Anita Garibaldi

Anúncios
Esta entrada foi postada em arte.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s