consumpção

consumpção

 

     Faço manutenção de jardins, pelo que vivo entre flores: murtas, rosas bravias, margaridas selváticas, hibiscos de enxertia, trepadeiras degeneradas, trevos de quatro folhas e urtigas. Em tese, sou feliz, mas estas mesmas criaturas que se querem tão delicadas, são capazes de arranhões persistentes; há muitas que nos queimam a pele, e outras que, garantidas pelo seu pendor malvaz, provocam dolorosas urticâncias, simplesmente esperando pelos incautos, por gente que por qualquer coisa se abestalha de modo incurável diante de uma simples roseira ou da bola lilás de uma hortênsia, ou de muitas hortênsias juntas, lado a lado numa alameda. Portanto, trabalho na manutenção de jardins, e isto, ao mesmo tempo em que é obrigação, me capacita a entender suas inquilinas cheias de truques quando se trata de evitar incômodo, por exemplo, na poda e na rega. Agora, quanto a eu estar falando de flores assim de modo figurado, ou não, isso fica por conta dos devaneios alheios. Rosas, rosas, rosas, rosas formosas são rosas de mim, diz a canção.

Texto e foto: Darlan M Cunha

OBS.: Hoje, avisado por essa plataforma, eu completo 7 (sete) anos aqui no WORDPRESS. Agradeço a todos e todas.

Anúncios

2 comentários em “consumpção

  1. Parabéns pelos sete anos, Darlan! Gostei muito do seu blog!
    Tudo de bom para você!
    Abraço.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s