g u l a

DSC07415-001***

Judeus-cristãos, na falta do que mais fazerem, inventaram certo tipo de fome e certo tipo de sede, e o pecado da gula tem lugar de sobrancelha em toda a Grande Farsa milenar. A deliciosa e natural gula independente de religião, preceitos de índoles inconfessáveis, de leis do congresso, etc.

Vejamos essa jaca que comprei no mercado central de BH, onde comprei também os indecentemente deliciosos caquis, rubros que nem a boca da diaba Diana, a caçadora, os quais, uma vez lavados e postos meia hora na geladeira podem fazer com que o guloso ou a gulosa desmaie de tanto prazer.

O pecado de qualquer cepa, principalmente o da gula, é invenção de doentes, tipos pequenos roendo suas frustrações, masturbadores contumazes. Fala quem pode. E agora mesmo já estico a minha impúdica mão para outro caqui.

Foto e texto: Darlan M Cunha

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s