súcia

a

DSC05403

 

    Às vezes, uma tela recorrente me aparece: Os comedores de batatas, de Vincent van Gogh, bem como A Idiota e Ciclistas, de Iberê Camargo. Na rua Guajajaras, próxima ao mercado central de BH, encontrei esta assembleia de infelizes – destes que deixam em falta A Divina Comédia, do Dante Alighieri, e não estranhei reencontrar iguais e mais iguais. Caso ele existisse, deus já teria desistido, por tudo isto, tantos pedidos de ajuda, de socorros, disso e daqui, com certeza, ele já teria se evadido para algum lugar que sequer o zelador da porta do céu não saberia nunca onde o velho fora se esconder, e beber sua zurrapa sossegado, já  farto de humanos, sua invenção que deu no que deu, ou seja, tiro pela culatra. Mas,, deus, como se sabe, e se finge ignorar, é invenção judia e de símiles, ou seja, não é nada. O medo, eu já escrevi sobre isto, faz séculos, chegou com a religião.

Arte: GUS (?). Crônica: Darlan M Cunha

Anúncios

2 comentários em “súcia

  1. biloka disse:

    Darlan, voltamos sábado à noite de uma viagem de 43 dias pela Europa e Ásia. Fomos visitar o Museu Van Gogh e a Casa Museu de seu médico e amigo, que também era pintor. Amei ir até este pequeno lugar no interior da França, não muito longe de Paris. Abraço,

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s