Jivaros

rcabeca_encolhida

cabeça de prisioneiro reduzida pelos Jivaros (PERU)

*

     Certa vez ouvi dizer que a maldade é intrínseca a nós, que a dor é necessária, pelo menos certos tipos de dores, e que é ela a nos dizer que algo vai mal. Lembro-me da agonia do alemão Hans Staden, entre os índios Tupinambá, durante uns dois anos, nunca sabendo o que iriam fazer com ele no dia seguinte, podendo servir de almoço a qualquer momento – mas milagrosamente salvou-se, voltou para a Alemanha, e ainda escreveu livro (tenho um exemplar de nome HANS STADEN – Duas Viagens ao Brasil (1547/1555).

     Pensando bem, nas cidades de hoje, nas suicidades ou monstrópoles de hoje, todos nós somos bem devorados todos os dias, com métodos os mais sutis e os mais agressivos, bem escondidos atrás de falsas belezas. Ou seja, é como diz o povo: “me engana, que eu gosto.”

*

Foto trazida do blog Assombrado.com.br

Crônica: Darlan M Cunha

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s