dedos

Chaminés da extinta fábrica de cimento PORTLAND ITAÚ, Cidade Industrial CONTAGEM // BELO HORIZONTE, erguida entre 1940 e 1960, demolida em 1970, devido aos insistentes e até violentos protestos contra a poluição – Repare: naquela época. Hoje, as chaminés de 60 e 70 metros são atração turística num centro comercial – Shopping ITAÚ.

Longos, hábeis e inventivos são os dedos dos bichos homem águia macaco papagaio, são falanges dedicadas à luta no trabalho e a outras lutas, rotas de sede e de fome, rotas cósmicas e de poeira, os dedos são sombras, instrumentos que tocam instrumentos, dedilham o barro e tiram da terra as tuas panelas, os metais da casa e do automóvel, fazem desenhos nas paredes – sombras que intrigam e divertem as crianças, enfim, eis os dedos

Darlan M Cunha

AQUI / HERE: https://www.poemhunter.com/poem/certain-uncertain-paths/

2 comentários sobre “dedos

  1. Pingback: dedos — UAÍMA | THE DARK SIDE OF THE MOON...

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s