avesso

***

@1.

Caminhos bipolares é o que há: trevos com ene entradas, e becos sem saída, enfim, um infindável claro-escuro, preto-branco, belo-feio, bom-ruim, bem-mal, quente-frio, alto-baixo, grosso-fino, duro-mole, raiva-riso, guerra-paz (há controvérsias), ou seja, um caminho estreito ao qual o humano está condenado, preso a uma ambiguidade de onde ou da qual retira sua grandeza e sua pequenez, suas dúvidas irresolvidas. Ainda não ouvi nada mais enganoso, mais vazio do que esse tanto falar de direitos humanos. O que vem a ser isso, essa ponderação ou esta afirmação vaga sobre o que não existe ? Falou-se no Mercado Central. Bocas em transe.

@2.

Lembra que alguém disse ou escreveu algo assim: Sou humano, e tudo o que é humano me diz respeito.

Darlan M Cunha

VISITE: https://www.escritas.org/pt/n/l/darlan-de-matos-cunha

2 comentários sobre “avesso

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s