circular

Oriente Médio – Jordânia, Israel, Emirados…

***

Duas vezes ao dia os pastores e seu sustento colinas acima e morros abaixo, que a vida é isso, simples de se levar, mas é engano, pois onde tem gente tem ebulição, caudal de venenos, é do homem saquear o homem, e aqui não vai nenhuma apologia, e sim constatação simples até para alguém pouco de juízo, de letras, de percepção maior, que é o caso deste incréu. Uma vez por dia vai-se para a turbulência necessária das hastes espinhosas, também conhecidas como ruas praças becos alamedas e avenidas, uma vez por dia o formigueiro acende seu facho no metrô, nas passarelas, viadutos, túneis, teleféricos, nos mil e um olhos vermelhos e nas rotatórias, filas e mais desenganos, enfim, é de se notar que nem todos sorriem quando voltam, se voltam.

Darlan M Cunha: foto e texto

ateus & enteus – 1

photo(5).JPG

giro: Jordânia, Israel, Emirados Árabes Unidos

*

     Quando jovem, tosquiava rebanhos inteiros, a disposição não elegendo bandeira, longe das aflitivas aceitações com as consequentes deformações da própria vontade, da mente e da carne, da visão do mundo. Quando jovem, fez ouvidos moucos à ditadura da fé, pisando no rabo da cobra cristã, no urubu muçulmano, no corvo judaico, na quinquilharia budista, no insosso do xintoísmo, na ilusão janista, na aridez da mais-valia, e assim por diante, enquanto jovem, praticava, sem ter ideia disso, com os fungos do amanhã. Adulto, montou um mosaico com os mesmos parâmetros de atuação, todos trazidos para os dias de hoje, quando suas cãs refletem a mesma luz de quando começara a tosquiar enganos vendidos a granel e no varejo. Ainda hoje, não troca uma moeda por nenhum deus – sequer deus grego, bichos do olimpo.

***

Texto: Darlan M Cunha

Foto: MJMC // Nancy